Vaca das Cordas

 

 

        Todos os anos, nas vésperas do Corpus Christi, Ponte de Lima é invadida por uma multidão que quer ver a tradicional Vaca das Cordas.

        Seja vaca ou seja boi, todos os anos a designada vaca das cordas sai da casa do Conde d’Aurora, amarrada por cordas, para percorrer as ruas da vila, dar três voltas à igreja Matriz e voltar a percorrer as ruas até ao areal. Durante o seu percurso, aventureiros atrevem-se a enfrentar o animal. Aí acontece de tudo...

 

       

 

 

 

"praxe seguida e obrigatória: dava o animal bravio três voltas à Igreja Matriz. Só depois começava a brincadeira... Trambolhões, correrias, sustos, bravatas, nódoas negras, tropelia, algazarra, e quando a vaca começa a cansar-se, é levada pelo areal, a beber ao rio. Avança a tarde, é sol posto, mais duas voltas na vila e o animal recolhe"

 

Conde d’Aurora

 

 

 

 

 

 

 

Voltar