Faculdade de Medicina do Porto
   
   

 

 

  Índices :: Coeficiente de Correlação Intraclasse
       
           

Coeficiente de correlação Intraclasse

 
         

 

 

            O Coeficiente de Correlação Intraclasse (ICC do inglês Intraclass correlation coeficient) ou coeficiente de reprodutibilidade (R) é uma estimativa da fracção da variabilidade total de medidas devido a variações entre os indivíduos. Idealmente, um estudo epidemiológico deverá, para ser reprodutível, usar procedimentos altamente standardizados e métodos de recolha de dados conhecidos. Sob estas circunstâncias óptimas, a variabilidade num estudo pode ser atribuída a diferenças entre os participantes do estudo. 4

           

O valor do ICC obtem-se dividindo o valor da variação entre os indivíduos - Vb, pela variação total - Vt, que inclui a variação entre indivíduos e a variação não pretendida ( o "erro" ) - Ve. A variação devida a erros deverá incluir diferentes componentes dependendo do desenho de estudo. Por exemplo, no interior de um laboratório de estudos de reprodutibilidade, está inerente a variabilidade devida à relação laboratório/método.4

            O ICC é equivalente à Estatística K para variáveis contínuas e ambos tomam os mesmos valores, de 0 a 1. Quando o ICC é igual a 0 o estudo não é reprodutível (ou seja, há uma grande variabilidade intra-observador mas não há variabilidade inter-observador), quando o ICC é igual a 1, o estudo é reprodutível ao máximo (ou seja, não há variabilidade intra-observador mas há uma grande variabilidade inter-observador). A interpretação dos valores do ICC é a seguinte:4
 

Valores do ICC

Interpretação da Reprodutibilidade de um estudo

0,4 ICC < 0,75

Satisfatória

ICC < 0,4

Pobre

ICC 0,75

Excelente

 
                                                  
             
 

Navegação

  Navegação      
         
  Home Page      
  Conteúdo      
         
         
         
         
         
         
         
         
         
         
         
         
         
         
         
         
         
         
         
         
         
       

O ICC é afectado pela distância de valores no estudo da população. Note-se, no cálculo do ICC acima descrito, que quando o valor da variação entre indivíduos, Vb, é pequeno o ICC também será pequeno. Isto é particularmente importante em estudos no interior de populações em que os valores expostos são ambos muito elevados ou muito baixos.

Por exemplo, um elevado consumo de gordura animal m algumas populações pode resultar numa uniformidade em níveis elevados de colesterol no sangue. Um coeficiente de reprodutibilidade baixo, resultante de uma pequena variabilidade de níveis expostos, pode influencia negativamente o poder de um estudo epidemiológico e assim torná-lo de difícil compreensão.

O ICC poderá também tomar valores baixos quando houver uma variabilidade intra-indivíduo significativa, como por exemplo no caso das mulheres em pré-menopausa que apresentam níveis da hormona gonodal característicos daquele estado físico. 4

Atente-se no seguinte exemplo que se trata de um estudo coorte no qual se examinaram os níveis de três lípidos no sangue de uma amostra de uma população, para inferir sobre o risco de aterosclerose nessa população. 4
 

Análise

         ICC

Colesterol total

0,94

HDL Colesterol

0,94

HDL2

0,77

 

 
         
         
         
         
         
         
         
         
         
         
         
         
         
         
         
         
         
         
         
         
         
       

           O valor elevado do ICC, para a análise ao colesterol total no sangue, sugere que a variação, devida à variabilidade entre indivíduos ou aos problemas do laboratório, foi pequena; por outro lado, o ICC na análise do HDL2 no sangue é mais baixo. 4

           Bland e Altman deram os seus nomes a uma técnica gráfica, Bland and Altman plot, que consideraram ser um melhor examinador de modelos de discordância entre medições do que o valor obtido pelo Índice de Correlação Intraclasse. Esta técnica gráfica consiste de um traçado de dispersão, onde as diferenças entre as medições emparelhadas (A-B nas ordenadas) são traçadas (ou projectadas) contra os seus valores médios ( (A + B)/2,nas abcissas). Deste traçado, é muito mais fácil concluir acerca da magnitude de discordância4.

 
         
         
           
       

 
       

 

 

 Trabalho Realizado Por - Joaquim Sousa Pinto :: José Miguel Lopes :: Juliana Vilela de Oliveira :: João Pedro Amaro :: Luís Dias da Costa :: Todos os direitos reservados